sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Meu, caro.

É, as vezes é engraçado como as coisas acontecem, elas simplesmente acontecem, e é assim que elas tem de ser, muitas vezes sem perguntas, sem respostas, um mistério... achava que em matéria de amor o erros assumidos e não assumidos eram sempre culpa minha, mas.. Cara, eu jamais imaginava o seu simples ‘Olá’, jamais imaginava vc em minha vida, e que nossas conversas renderiam tanto, mas tanto a ponto de pensar se era real tudo aquilo? jamais achava que o cara que idealizei minha vida toda por um simples descuido pudesse ser vc, é poderia ser vc, mas não foi e esta muito longe disso. Me pergunto pq? Mas pq foste aquele maldito dia me procurar, eu particularmente nem lembrava da sua existência, caraaaa... eu estava tão de bem com a vida, tão bem resolvida, não precisava mais nada... mas ai vc aparece, se apresenta e desestrutura tudo? Você por acaso sabe como acostumei acordar todas as manhãs e ter sempre uma mensagem sua para ler, você sabe como era gostoso e empolgante ler cada palavra que me mandava? Você tem noção que da forma que se dirigia a mim poderia despertar e provocar algum tipo de sentimento? Você realmente tem noção lógico, e se provoca-se? Oque você faria? Você aí todo certinho, todo politicamente correto, ia assumir a postura e fama de uma homem de má índole? Que em matéria de amor enganar era seu ponto forte? Convenhamos, meu caro, essa não é sua praia. Mas meu amigo, oque você precisa realmente saber é que desde o nosso primeiro encontro eu cai de amores, sim eu cai de amores por ti, meu corpo extremeceu quando olhou-me com aqueles olhos, e poxa, quão sem jeito eu fiquei, e sem falar que nunca perante um homem fiquei tão sem jeito, tão encabulada, me chamaste até de esquisita, mas eu gostei,  e como gostei, pois eu já sabia que perderia toda aquela timidez na sua cama, sim eu já sabia, eu lá tentando demonstrar meu melhor a vc, vc se mostrando melhor a minha frente, me encantando, me seduzindo mesmo sem querer, mas eu achando tudo aquilo uma graça, naquele momento eu nem lembrava o mundo lá fora, era só você e eu, contava de sua vida de suas situações, conquistas, gratidões, sua família trabalho.. e como o admirei hein, mas você mal sabia, que ali vc estava plantando um sentimento em meu coração, cretino do meu coração. Se eu não me encaixava em seus planos, se por acaso quem sabe fui um amor por uma noite só, porque foste tão bom? Por que tão generoso, tão educado, porque tão você? Aquele sexo? Se eu te falar que me senti tão viva, tão mulher vc vai entender? Que por aquele momento eu não me cansaria de revirar a noite contigo, não me cansaria de agradar e deixa-lo satisfeito, não eu não cansaria! Porque se vc não merecesse quem mereceria? Era tudo tão bom, tão natural, e ao dormirmos, nossos corpos juntos, nossas mãos entrelaçadas, nosso toque, nosso beijo, o mais engraçado eram as brincadeiras as risadas gotosas pela manhã, o jeito como me agarrava pra tentar me tirar o cobertor e me ver nua, como achava engraçado pra me deixar sem jeito, e eu ficava furiosa, mas ai você já se aconchegava em meu corpo me cobria de beijos e dizia o quanto meu cheiro era bom, era espetacular e já ficávamos ali os dois.. dizendo nada, pensando em tudo... tudo isso foste tão simples para você? Rsrs,  bom, infelizmente eu sinto muito, e como eu sinto, porque para mim foste os mais maravilhosos dias.
Eu só te pergunto meu  caro,  agora nesse exato momento ... Por que me disseste, assim do nada, que seu coração é de pedra e que em ti não habita sentimento algum? Por que teve a coragem de acabar com todas as minhas esperanças? Por que fizeste isso depois daqueles momentos, depois da forma como pegou minha mão, de como me arrancou sorrisos, aaa e o pior de todos de como abraçou minha cintura até me conduzir ao seu carro? Por que fizeste tudo isso se não seria capaz de despertar nem algum tipo de sentimento para comigo? Se assumiu ser frio e jamais capaz de amar alguém, de me amar? Se suas intenções por acaso fossem de uma noite pq continuou a falar cmg? Me fizeste pensar que tudo estava absolutamente perfeitamente igual?  Por que? Sentiu prazer em arrancar lagrimas de meus olhos quando me disseste aquelas horríveis palavras que me machucaram ate a alma... Cara, você sim não teve medida de suas atitudes, você sim soube se atirar no mar sem saber nadar, e agora vem me dizer que não ama? Que seu coração é de pedra? E querer me mostrar ainda por cima que essa é a melhor forma de encarar a vida, de viver, sem amor? Meu amado, meu amigo, meu caro... Hartbreak, se não foste capaz de enxergar quem eu sou, quem realmente sou e não me admiraste por isso... daqui não posso fazer nada, o meu melhor eu lhe dei e agora em diante ficaremos assim, dois desconhecidos que se conhecem muito bem, só espero que não encontre um coração tão gelado quanto o seu, pois não desejo a ti oque jamais quereria a mim.. agora só vou ter que achar tempo na minha rotina para ler o livro que comprei para lhe dar, e não pude entregar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário